• .

Como organizar a alimentação da semana

Atualizado: Jul 28



A gente escuta muito as pessoas falarem que para se ter uma alimentação saudável é preciso se organizar e se planejar… Mas pouco se fala sobre como fazer isso. Entendemos perfeitamente que na correria do dia a dia, muitas vezes é impossível parar para cozinhar uma refeição do zero e isso, muitas vezes, nos leva a escolher o que é mais fácil.


Organizar a alimentação da semana pode ter diferentes significados dependendo da sua rotina. O importante é que você encontre o que funciona melhor para você e que, com a sua organização, você economize tempo na cozinha e torne mais fácil o preparo de refeições saudáveis ao longo da semana.


1ª ETAPA: PLANEJAR

Antes de ir para a cozinha e colocar a mão na massa, primeiramente você deve se planejar. Pense em como será a sua semana, quantas vezes você terá que almoçar ou jantar em casa (ou preparar uma marmita), quantos lanchinhos e cafés da manhã você precisa. Então pense no que você gostaria de comer em cada uma dessas refeições e liste os ingredientes e as quantidades que você irá precisar para preparar suas receitinhas. Cheque quais destes ingredientes você não tem em casa e então faça uma lista de compras. Assim você terá certeza de que não irá faltar nada no momento que você for preparar suas refeições.

2ª ETAPA: PREPARAR

Uma vez que você tenha todos os ingredientes que precisa em casa, é o momento de ir para a cozinha e preparar os alimentos. Nesta etapa não significa que você tem que deixar tudo pronto! Depende de você, o que se enquadra melhor na sua rotina. Isso pode significar deixar alguns alimentos já picados, outros já lavados, outros já cozidos ou mesmo completamente prontos só para serem reaquecidos.


No nosso caso, costumamos ir ao supermercado e à feira no mesmo dia e, quando chegamos em casa, já lavamos todas as folhas (alface, rúcula, agrião, espinafre, etc), higienizamos, secamos e guardamos em potes com tampa. Também costumamos fazer isso com as frutas que comemos com casca e os legumes que comemos crus. Os legumes que não consumimos crus, geralmente já deixamos lavados e picados.


Quanto às carnes, costumamos já picar de várias formas e congelar em sacos próprios para congelamento na quantidade necessária para uma refeição. Por exemplo, quando compramos peito de frango, cortamos alguns filés, alguns em tirinhas, alguns em cubinhos, alguns deixamos inteiro. Assim, quando queremos fazer um frango desfiado, descongelamos o peito inteiro. Se queremos fazer um strogonoff, descongelamos o frango em cubinhos. Algumas vezes, já cozinhamos alguns peitos de frango e deixamos na geladeira já desfiado para fazer alguma preparação, usar como recheio de sanduiche, fazer pastinha de frango.


​Outra coisa que costumamos fazer é cozinhar leguminosas como feijão e grão de bico em grande quantidade e congelar em porções menores. Assim, quando queremos comer, é só descongelar e temperar. Também costumamos cozinhar alguns ovos e deixar já cozidos na geladeira, só faltando descascar.

3ª ETAPA: COZINHAR

Neste momento é que a mágica acontece! Como você já tem tudo esquematizado, agora é só finalizar o preparo. Para nós, esta etapa geralmente consiste em grelhar uma carne, refogar algum legume e Voilà! A comida está na mesa!

Esperamos que com essas dicas, vocês consigam preparar suas refeições de forma rápida, fácil, saborosa e cheia de alimentos frescos!


Créditos da imagem

Freepik







7 visualizações

Atendimentos em

Brasília - DF

Rio de Janeiro - RJ

Os atendimentos estão sendo online em virtude da pandemia

Redes sociais

  • insta
  • Sem Título-1